Arquivo da tag: #nutriluoliveira

Como funciona seu metabolismo? Você sabe o que comer ao longo do dia para emagrecer?

Você sabe o que comer no desjejum? E a tarde? Dá para comer até que horas?

Começamos o dia acordando lentamente, e o metabolismo tem uma atividade previsível. Ele acelera pela manhã, chegando ao meio dia e vai diminuindo aos poucos ao anoitecer.

Pela manhã o ideal é começar o dia com um shot de limão feito com o suco de meio limão em 100ml de água. Beba em jejum, apesar de o limão ser ácido, ele trará maior alcalinidade ao seu organismo através de uma reação que provoca, fazendo com que nosso corpo reduza os riscos de doenças. Fique pelo menos uns 10-15 minutos só com este suco de limão (sem açúcar), para ocorrer maior aproveitamento de seus benefícios e depois, prefira frutas in natura, cereal (procure sempre variar os alimentos) e quando optar pelo pão integral (corte os refinados e não precisa comer pão todos os dias), experimente preparar ouros tipos de cobertura para seu pão como a manteiga ghee, pasta de grão de bico, manteiga de castanha, abacate entre outros.

No almoço, a proteína que pode ser de origem vegetal como o velho e querido arroz com feijão, mas experimente introduzir o arroz integral, ele é muito mais rico em nutrientes e fibras do que o refinado,  que também aumentam a saciedade. Saladas cruas são importantes para produzirmos enzimas e legumes cozidos de sua preferência com grãos e sementes, oleaginosas que são bem vindos. Não precisamos ingerir carne em toda refeição.

Quando cai a luz do dia, o normal seria sentir sono e ir dormir. Claro que hoje em dia, infelizmente a vida nos exige que trabalhemos mais tempo e em função disto, nossa rotina se estende.  Muitas vezes vamos fazer a atividade física tarde da noite e se exageramos, ela até pode atrapalhar um pouco nosso sono.

Então o primeiro ponto é comer bem à tarde. Um lanche bem reforçado com carboidrato, proteína de boa qualidade, frutas, iogurte, ovos, que além da proteína construtora, nos fornece gordura boa que aumenta a saciedade. A tarde, o lanche deve ser reforçado para você não exagerar a noite, que é o maior risco de irmos deitar pesados e acordar se arrastando, sem disposição. E não é só isso, quando ingerimos muito carboidrato à noite, cheeseburguer, pizzas, farinhas, estimulamos demais a insulina a noite, vamos ter consequências negativas como a redução de produção de quantidade boa de melatonina, reduzimos as chances de produzirmos o hormônio de crescimento, e isto nos faz engordar, e além disso teremos menos reparação celular, inclusive a redução dos hormônios sexuais. Então o ideal é não comer tarde, antes de dormir e reduzir carboidratos já no começo da noite. O ideal à noite é consumir refeição lowcarb.

Toda vez que não conseguimos fazer um bom lanche a tarde morremos de fome à noite o que faz exceder nas quantidade a noite e errar nas escolhas preferindo os carboidratos. Não sendo rotina, tudo bem. Mas quando se torna rotina, atrapalha e muito!

Não faça ingestão de alimentos próximo a hora de dormir. Corra para o lado oposto dos lanches. O ideal é um jantar mais vegetariano à noite, legumes, mas podemos optar por uma proteína mais leve, frango ou peixe. Então poderia ser por exemplo um purê de abóbora e uma porção pequena de frango ou filé de feite grelhado.

Quando optamos por pratos prontos congelados, de boa procedência, se torna muito mais fácil seguir um plano alimentar. Não arranje desculpas, se vire! Ache as soluções para que você possa ter uma vida saudável. Pare de se sabotar para não conseguir chegar ao seu objetivo.

Para emagrecer você precisa comer bem e isto nós garantimos! Porque em nossos programas as porções são todas medidas, saborosas, com alta variedade, composta por alimentos saudáveis, de qualidade nutricional e baixas calorias​ que promovem a saciedade, ingredientes de qualidade e combinação equilibrada em nutrientes.

Você emagrece de forma imediata e pode dar continuidade aos seus cuidados, aumentando as chances de você realizar seu projeto de vida.

Um beijo, @nutriluoliveira

Afaste o mau humor e as doenças consumindo mais fibras

Você já deve ter escutado a expressão “ENFEZADO”, não? Reza a lenda que significa uma pessoa cheia de fezes e nervosa e que esta expressão surgiu no tempo da escravidão: os prisioneiros faziam suas necessidades em barris porque eles não tinham banheiro e quando o barril enchia eles escolhiam os mais fortes e comportados para levar o barril, e quem fosse levar o barril poderia se banhar no rio, o que naquele tempo ocorria poucas vezes. Quando eles levavam o barril muitas vezes o conteúdo caía neles e os mesmos falavam que estavam enfezados porque estavam cheios de fezes nervosos, irritados com o fato e que seria uma pessoa esquentada, tomada de raiva, aborrecida, com birra.

Se isto é verdade, não sabemos. Mas o fato é que dentre as doenças gastrointestinais, a mais comum é a constipação crônica, prisão de ventre persistente que afeta principalmente as mulheres e que, além da sensação de mal-estar, vai causar outros danos como hemorróidas e fissuras anais.
A lentidão do trânsito intestinal também poderá causar diverticuloses, que são alterações e inflamações na parede do tubo digestivo.
A síndrome de cólon ou do intestino irritável representa cerca de 40% de todos os transtornos gasttrointestinais, com dores abdominais e alterações no ritmo da evacuação. A consequência mais grave desses transtornos todos é o câncer de colon ou colorretal, considerado a terceira causa de morte por este tipo de doença.
Bom, agora que já alertamos sobre as consequências danosas pela ausência de fibras em nosso organismo, vamos falar as vantagens?

Uma alimentação rica em fibras, em quantidade adequada, elas aceleram a passagem de produtos residuais e nocivos ao organismo e absorvem substâncias tóxicas ou perigosas.
As fibras também contribuem como tratamento auxiliar de doenças como diabetes tipo 2 (aquela que costuma aparecer com a idade e o aumento de peso) e o excesso de colesterol e triglicérides no sangue. O papel delas seriao de auxiliar na redução do açúcar e de gordura.
Outra função importante é que ela ajudam na redução do peso de forma natural e saudável, pois dão maior saciedade e além disto, elas nos fazem mastigar por mais tempo os alimentos, o que reduz a fome e facilita a digestão.

Mas qual é a quantidade ideal de fibras na alimentação?

As fibras podem ser SOLÚVEIS: que são encontradas nas frutas e vegetais (laranja, maçã, goiaba com casca, aveia) e as INSOLÚVEIS: são as celuloses e hemiceluloses, encontradas principalmente nos cereais integrais.
De acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde e do FDA, organismo norte americano que controla alimentos e medicamentos, cada pessoa deve consumir um mínimo de 20g de fibras por dia.
Segundo alguns pesquisadores, o ideal é em torno de 30g por dia, sendo 20 a 25% dessas fibras devem ser solúveis e 70 a 75% insolúveis.
Para você ter uma ideia, para consumirmos 10g de fibras é necessário comer 1 concha de feijão + 1 fatia de pão integral + 1 pires de verdura + 1 fatia média de abacaxi.
A maior dificuldade de consumo hoje em dia é devido ao estilo da alimentação e hábitos alimentares que piorou muito nas últimas décadas em decorrência da industrialização e o refinamento que retira a maior parte das fibras dos produtos como arroz e farinhas.

Segue uma lista de alimentos e quantidade de fibras, para que você consiga ingerir pelo menos 28g por dia:

– 50g de granola ou de flocos de cereais integrais: 3,5g
– 1 torrada integral: 2,5g
– 1 sanduíche de pão integral: 5g
– 1 fruta ou 1 colher de sopa de passas de fruta: 2g
– 1 porção de massa integral, de lentilha, feijões ou ervilhas: 7g
– 1 porção de salada de frutas frescas: 4g
Total: 28g

Faça as suas combinações, montando o seu cardápio à sua escolha, varie alimentos! Você pode escolher variar dentro dos grupos de frutas, hortaliças, legumes, leguminosas e cerais integrais.
Lembre-se que o prazer da boa alimentação e a satisfação em preparar seus pratos e fazer suas escolhas contam pontos para a boa saúde.

Até a próxima!
Luciana de Oliveira C. Machado – Nutricionista Clínica – CRN² 13862D
@nutriluoliveira

5 Passos para Você dar Continuidade ao Emagrecimento

Quantas vezes você já emagreceu e voltou a recuperar o peso anterior? Muitas, não é? Eu imagino e sei bem porque isso aconteceu.

Mas a boa notícia é que é possível emagrecer com saúde e manter o peso, mas sim, é necessário manter o combinado, pois o contrário, o peso volta rapidinho!

1º PASSO: Mantenha as porções que você aprendeu em nosso programa ou com o nutricionista. Elas serão para toda a vida, sabe porque? Porque foram calculadas para a sua necessidade considerando atividade física, trabalho, idade para calculo de metabolismo. E para esclarecer mais, nosso metabolismo a cada ano reduz sua atividade e nós precisamos nos conscientizar que é necessário haver uma pequena redução nas quantidades de comida, para que não ocorra o que acontece com a maioria das pessoas, principalmente as mulheres, que ainda tem que enfrentar a fase da menopausa.

2° PASSO: Pratique atividade física sempre! Ela é uma aliada na redução de peso, ganho de massa corporal o que auxilia a melhorar o metabolismo, manutenção de peso, na sensação de bem estar pela produção de endorfinas, maior disposição e principalmente, você nem deve perceber, mas ela interfere até em como encaramos os problemas na vida. Melhora o humor e afasta qualquer depressão.

3º PASSO: Elimine produtos industrializados de sua dispensa e geladeira. Eles são ricos em sódio, conservantes e muitos ainda tem uma carinha de saudável, mas não são. Calorias vazias ou até contém nutrientes, mas os aditivos estão ali! Aprenda a ler rótulos de alimentos.

4º PASSO: Elimine Frituras. Mesmo que a vida social te leve à se deparar com aquela batata frita, pense com consciência em sua saúde. É só saber escolher dentre as opções do cardápio, porque mesmo em Botecos, sempre tem uma saladinha e também, caso não resista, comece a agir diferente nas quantidades, reduza e mesmo assim, compense no dia seguinte pegando leve na alimentação, fazendo um detox e aumentando o treino, a atividade física.

5º PASSO: Cuide se sua cabeça! Vigie seus pensamentos. Faça meditação, leia um bom livro, escute uma música que faça bem para a alma! Sim, estas pequenas atitudes nos fortalecem e levam ao autoconhecimento.  Vença o seu desafio!

Um abraço, @nutriluoliveira

Iogurte Natural Caseiro [ou Zero Lactose]

Você sabia que com um copinho de iogurte natural que você compra no supermercado, você consegue fazer mais 2 litros de iogurte super saudável?
E mais, que se você for intolerante à lactose, que pode fazer o seu iogurte zero lactose? É mais simples do que você imagina…aprenda a fazer o seu! 🙂

Aprenda a Fazer o seu Iogurte

Receita Iogurte Natural Desnatado (excelente ter sempre em casa para um lanche rápido, acrescentando granola, sementes de chia, frutas secas e nozes, geléias…é um lanche bem completo, dispensando o pão por já utilizar a granola; ou para servir de base para molhos de saladas ao invés de ainda utilizar a maionese!).

Ingredientes:
2 litros de leite desnatado (ou pode ser o zero lactose)
4 col. de sopa de leite em pó integral (Serve para fortificar seu iogurte. Pode ser zero lactose.)
1 pote de iogurte natural desnatado (ou zero lactose)
O importante é que se você optar por fazer ZERO LACTOSE, todos os ingredientes terão que ser zero lactose. 😉

Preparo:
Acenda o forno para pré-aquecer.
Ferva o leite. Quando tiver baixado a temperatura, ter ficado morno que você tolere testando com o dorso da mão, estará no ponto para adicionar o iogurte e o leite em pó. Mexa bem para dissolver bem os grânulos do iogurte e o leite em pó e guarde em local quente, que mantenha esse calorzinho por mais tempo (no forno pré-aquecido, desligado e deixe a mistura dentro, tampada até o outro dia) por 12h aproximadamente.

Inspire-se! Crie suas receitas! E se precisar de uma mãozinha, entre em nosso site: www.equilibrioesabor.com.br

inspiration

Adicione sua geléia de frutas vermelhas favorita e açúcar mascavo para enriquecer ainda mais seu lanche! Não utilize açúcar refinado, ele não tem nada a adicionar além de calorias vazias.
Enriqueça seu lanche ou desjejum adicionando granola, cereais que sua preferência. É muito nutritivo.

Espero que você faça e me marque aqui no blog ou em nossas redes @equilibrioesabor e @nutriluoliveira me conte como ficou! Vou adorar ficar sabendo.
Um beijo e até a próxima!

Nutriluoliveira 😉

Dicas Preciosas que Divido com Vocês

Oi gente, tudo bem? Passando pelo BLOG DA NUTRI para compartilhar orientações valiosas com vocês! 🙂
Hoje estava mexendo em alguns arquivos e encontrei estas dicas preciosas que há muito tempo criei mas que continuam sempre muito atuais então, anotem aí:
diet journal
Mudanças Para Uma Vida Melhor:

1) TENHA HORÁRIO PARA COMER:
Faça de cinco à seis refeições por dia: desjejum, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e a ceia, que nada mais é que um lanchinho pequeno, justamente para disfarçar a fome que pode aparecer antes de deitar, quando estamos com restrição calórica. Todos os lanches são importantes, pois possibilitam que cheguemos à próxima refeição com a fome mais controlada e auxiliam para que o metabolismo trabalhe mais, ou seja, gastamos mais energia digerindo-os. Acabamos emagrecendo COMENDO! Fique esperto!

2) CONHEÇA SEU ESQUEMA ALIMENTAR:
Acredite, sabendo o que você pode comer nas refeições, facilita o emagrecer. Saiba quais as substituições, as quantidades e não esqueça de levar seu lanche de casa, assim você evita de cair em tentação!

3) OBEDEÇA UMA SEQUENCIA:
Não é à toa que os franceses e outros povos europeus registram os mais baixos índices de obesidade no mundo, eles seguem um ritual para comer. É importante iniciar a refeição pela salada ou algum caldo leve de legumes menos calóricos, assim quando você partir para o prato principal, seu apetite estará bem mais controlado.

4) DEGUSTE OS ALIMENTOS
Existem pessoas que não conseguem saborear os alimentos, seja pela correria do dia, as tarefas, compromissos, prazos…estamos sempre com pressa….NÃO CAIA NESSA! É comprovado, a digestão começa na boca. Mastigando bem os alimentos, devagar, estamos envolvendo-o em muitas enzimas digestivas que estão presentes na saliva.

5) COMER EDUCADO, TER CONSCIÊNCIA
Quando falo em comer educado, não estou falando em regras de etiqueta à mesa…..e sim em reeducar-se, aprender que podemos comer de tudo, se respeitarmos as quantidades!!! Não adianta comer nos horários certos, balanceando os nutrientes, ingerindo alimento DIET ou LIGHT, se comermos demais. O comer educado que me refiro, é assim, ter consciência que mesmo o alimento sendo dietético, não adiantará se comê-lo em excesso! Devemos começar a modificar a maneira de nos relacionar com o alimento!

6) SEDENTARISMO, MALHAÇÃO & HIDRATAÇÃO
Sedentarismo é a segunda causa de ganho de peso no mundo. Reeducar é a saída! Temos que reeducar o hábito de fazer atividade. Se não o temos, devemos criá-lo, pois além de fazer muito bem, melhora o astral, produzindo substâncias que nos acalmam, dependendo da atividade, ajuda a queimar gorduras, auxiliando muito no emagrecimento e manutenção do peso. ENFIM…….SÓ BENEFÍCIOS! O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO?

A Academia Americana de Cardiologia divulga que, quem caminha pelo menos de 20 à 30 minutos todos os dias, tem saúde garantida. A caminhada ajuda, sem sacrifícios e sem grandes custos, a melhorar nosso metabolismo basal, auxilia a reduzir o colesterol ruim (LDL) e melhora o bom (HDL), é um santo remédio para a ansiedade e melhora o sono. PRECISO DIZER MAIS? Bem, para que tudo continue a funcionar direitinho, mantenha-se hidratado, beba de 6 à 8 copos de líquidos por dia, de preferência entre as refeições, antes, durante e depois dos exercícios.

7) DIETA É PARA SEMPRE!
Não é por isso que você vai ficar triste, não é? Quem pensa que dieta é por um período, de segunda à sexta, está se enganando! Quando digo que dieta é para sempre, é até o momento em que não precisamos nos controlar tanto, pois já existe uma modificação no hábito alimentar, sem sofrimentos.

Já entendemos que se queremos nos manter magros, temos que aceitar o fato de não podermos voltar mais a comer como antes….e isso, realmente é nunca mais! O contrário, voltaremos ao peso anterior. E então eu lhe pergunto: O que lhe dá mais prazer, o comer um doce e até mais de um ou entrar naquela roupa que não podia usar há muito tempo??? O prazer em se sentir bem consigo, é muito maior e mais duradouro que o prazer de devorar um doce, este passa muito rápido…PENSE NISSO…SINTA ISSO…

8) FIBRAS
Sua dieta deve ser rica em alimentos integrais, ricos em fibras. Eles dão mais saciedade, pois a fibra necessita de líquido para se hidratar, inchando no estômago, ajudam a melhorar o funcionamento do intestino, e de quebra, nosso organismo gasta mais energia para digerí-las.

9) ORGANIZAÇÃO
Organize sua vida!!! Comece tendo uma noite de sono suficiente para acordar disposto, repor as energias. Tenha horário certo para comer, para praticar exercícios, trabalhar, estudar…DISCIPLINA!!!! A falta de organização pode confundir um pouco seu organismo, dificultando o emagrecimento.

10) COMPENSAÇÕES?
E quando temos festas, reuniões…o que fazer se comermos a mais? Bem sem neuras, na realidade se esses eventos não forem todos os dias, o excesso será diluído durante a semana seguinte, é só voltar ao seu esquema alimentar normal e até aumentar um pouco a atividade física que tudo volta a ser como antes…Mexa-se! Quanto menos ficar parado melhor para você! Seja feliz, não pense que fazer dieta é sinônimo de sacrifícios e tristezas. Não se sinta de “fora” do grupo, participe dos eventos que tiver, mas não pense somente em comer, pense em se divertir mais!

Sugestão para o Lanche de Hoje

Que tal um iogurte bem funcional?
20160423_132606

Pelo menos uma vez na semana eu me presenteio com um bowl de iogurte natural e dou uma caprichada na composição. Como este da foto! Nele adicionei cacau nibs, soja crocante, nozes chilenas, mirtilos, morangos, pode ser banana e também algum cereal para substituir o pão. Neste caso gosto muito da aveia!

A aveia é tão rica em nutrientes que passou a ser considerada um alimento funcional. Ela faz uma verdadeira faxina nas artérias. Ajuda a controlar a pressão arterial, regula as taxas de glicose, ajuda na digestão, combate microorganismos nocivos e ainda previne contra o câncer.
A aveia contém betaglucanas, que é uma fibra solúvel que age envolvendo a gordura como se fosse uma capa, dificultando sua absorção.
A recomendação de consumo é de 30g de aveia por dia, ou seja, 3 colheres de sopa. Também recomendo o mingau de aveia. Mas cuidado, obtenha todas as vantagens do alimento sem correr o risco de engordar. É apenas 30g.
Experimente mudar, variar o seu cardápio!
Aproveite seus benefícios e bom apetite! 🙂

Receita: Risoto de Cogumelos Paris e Alho Porró

Hoje estamos completando pouco mais de uma semana desde que nos mudamos de São Paulo para Porto Alegre. E como estávamos há um bom tempo fora de casa, eu estava louca para fazer uma comidinha mais elaborada e saborosa.
Foi então que dei uma passada no supermercado e comprei os ingredientes que faltavam para um Risoto. Não sabia ao certo qual iria fazer, mas uma coisa eu tinha certeza…queria que tivesse muiiito alho porró e pensei em adicionar frango, mas não, acabei adicionando cogumelos paris. Resultou em um sabor suave, mas muito gostoso!
Aqui em Porto Alegre ainda não abri os caminhos para descobrir onde encontrar certos ingredientes como o arroz arbóreo integral que costumo utilizar nos Risotos da Equilíbrio & Sabor, então o que fiz? Comprei o cateto integral, aquele do grão gordinho, e o arbóreo comum, refinado. Não acho mais graça comer arroz branco, mesmo sendo o arbóreo, não dá tanta saciedade, sem contar que os nutrientes do refinado, foram para bem longe, com o polimento!
Nesta receita que rende 4 boas porções, utilizei 2 canecas de integral para uma de arbóreo refinado, para dar aquela cremosidade à preparação 🙂
risoto alho porró e cogumelos paris
Risoto de Cogumelos Paris e Alho Porró
Rendimento: 4 porções
Tempo de Preparo: 40 minutos
Ingredientes:
2 canecas de arroz cateto integral
1 caneca de arroz arbóreo refinado (se vocês conseguirem o arbóreo integral, perfeito!! Usem somente ele) 🙂
1 litro de caldo natural de legumes, que vocês podem preparar com sobras de tomates, 1 cenoura, talos de salsinha, brócolis, cebola, alho, folhas de louro, folhas soltas de alho porró, salsão e cebolinha verde;
1/2 cebola picada. Eu sempre tenho ele pronto congelado para ser mais prática e rápida na cozinha.
1 1/2 dente de alho picadinho
60ml de vinho branco sauvignon blanc (não precisa ser TOP, pode ser destes mais comuns, para uso culinário);
2 talos de alho porró fatiados finamente;
200g de cogumelos paris laminados;
2 col. de sopa de creme de leite light fresco
1 col. de sobremesa de Ghee;
Sal à gosto
2 col. de sopa de queijo parmesão grana ralado finamente (uma para finalizar a cocção e outra para adicionar sobre as porções servidas);
salsa e cebolinha à gosto, como eu amo, caprichei.
Grãos de pimenta do reino preta para moer na hora
Azeite de oliva para servir.
Preparo:
1- Em uma panela grande, adicione o ghee e em seguida o alho picado e depois a cebola.
2- Mexa e adicione o arroz, metade do alho porró picado, metade do cogumelo paris e parte do caldo. Para ter uma ideia melhor, para fazermos o arroz integral do dia a dia, para cada caneca de arroz integral, costumo adicionar 2 e 1/2 de água para cozinhar em panela normal (não em panela de pressão). Como o Risoto deve se servido al dente e bem molhadinho, é sempre bom ter uma quantidade maior de caldo de legumes para deixá-lo perfeito.
3- Adicionei o arroz refinado juntamente com o integral, para que este soltasse mais sua cremosidade.
4- Vá adicionando o caldo de legumes aos poucos, assim você consegue ir acompanhando a cocção e cuidando para não passar do ponto.
5- Quando estiver quase no ponto, adicione o vinho branco, o restante do alho porró e do cogumelo e 1/2 xícara de cebolinha e salsa picadas. Adicione 1 col. de chá de sal marinho e 1 colher de sopa de queijo parmesão ralado e mexa, ajuste o sal se necessário e por último o creme de leite fresco.
6- Deixe para moer a pimenta preta na hora de servir sobre a porção.
7- Sirva em um belo prato ao centro, adicione cebolinha, parmesão ralado finamente, a pimenta e um fiozinho de azeite de oliva e voilá sirva com um suco de limão siciliano, um bom vinho branco seco ou espumante brut.
Bon Appetit!
Qualquer dúvida, deixe seu comentário aqui ou entre em contato pelo meu e-mail luciana@equilibrioesabor.com.br
Um beijo e até a próxima!

Na Era do Nutricionismo – Nutricionista Luciana de Oliveira Collares Machado @nutriluoliveira

IMG_7874
Quem já ouviu falar em Michael Pollan, sabe o motivo do título do tema de hoje. Adoro ele, e sua última série COOKED está muito boa.
Existe uma onda, neura, overdose de informação sobre alimentação saudável que só serve para confundir as pessoas e levá-las a cometerem verdadeiras loucuras em busca da fórmula mágica. É blogueira sem formação técnica, é educador físico prescrevendo dieta, sendo antiético pedindo até para nutricionista se responsabilizar, porque o conselho de nutrição caiu em cima; é a vizinha dando receita de bolo Fit, o colega da academia indicando suplemento, todos manjam sobre alimentação saudável e tem uma receita FIT na ponta da língua para quem quiser se arriscar, prescrição para tudo. E mais, tem muito profissional da área da nutrição fazendo o mesmo, dando foco maior ao nutriente, à sua SELFIE do que o alimento, o preparo, do que comer com prazer, cheio de sabor, do que realmente ajudar as pessoas a corrigirem hábitos alimentares totalmente errados.
Porque não simplificamos um pouco, gente? Comer comida saudável e gostosa já é meio caminho andado, adicionar temperos, ervas, oleaginosas, tudo bem, estão dentro da orientação nutricional para “variar” os alimentos, cores, não comer sempre os mesmos alimentos, optar por orgânicos? Ótima escolha…até aí, tudo bem…agora modismos? Estes estão aí sempre, e a cada dia virá uma capa de revista com uma notícia quentíssima aclamando a castanha fulana de tal, o óleo do não sei o quê…existem estudos, pesquisas, mas a ciência demora muito para comprovar os efeitos benéficos.
Eu amo saber sobre os alimentos, estudá-los, mas tudo tem que ter uma fonte segura, científica… pois do lançamento da novidade até que seja real, comprovada, tem um longo caminho a ser percorrido.
A impressão que tenho é que existe um clima de terrorismo sobre alimentação, as pessoas desaprenderam a comer, não sabem o que devem ingerir e ocorrendo um abuso por parte de alguns veículos de comunicação, fabricantes de produtos mega industrializados que rotulam os alimentos como se fossem saudáveis e tem mais, parece que não existe mais brócolis, cenoura, arroz, feijão…eles estão fora de classificação, hoje é assim: ou o alimento é bom ou é ruim…não existe mais o simples alimento que nos fornece seus conhecidos nutrientes, como as vitaminas, sais minerais e energia e por este motivo, devemos variar para termos outras fontes de nutrientes. Hoje é o brócolis milagroso que cura o câncer, o arroz que tem uma substância recém descoberta que prolonga a vida em “x” anos…perdemos o prazer em comer comida de verdade?
Então vamos partir de uma regra simples e sem modismos no exemplo de um almoço: uma porção de carne de preferência grelhada, assada; salada à vontade, folhosos, azeite de oliva, legumes e tubérculos, as brássicas (brócolis, couve-flor, etc), arroz integral que pode ser cozido uma vez com açafrão, outra sem, outra com páprica doce, variamos sabor e nutrientes; o nosso queridíssimo feijão preto, marrom, branco, variar mais uma vez…e as frutas, 5 tipos todos os dias…já não é tarefa fácil comer simples assim, imagina seguindo a moda! 🙂 Coma comida de verdade!
Até a próxima!

Luciana de Oliveira Collares Machado é Nutricionista responsável pelas criações da Equilíbrio & Sabor Culinária Light e defende o conceito de alimentação saudável e prática, livre de tantos produtos industrializados.
É Pós-graduada em Nutrição Clínica e Dietoterapia e Especialista Alimentação Saudável.
Siga-a no Instagram: @nutriluoliveira