Arquivos da categoria: Colunistas

Afaste o mau humor e as doenças consumindo mais fibras

Você já deve ter escutado a expressão “ENFEZADO”, não? Reza a lenda que significa uma pessoa cheia de fezes e nervosa e que esta expressão surgiu no tempo da escravidão: os prisioneiros faziam suas necessidades em barris porque eles não tinham banheiro e quando o barril enchia eles escolhiam os mais fortes e comportados para levar o barril, e quem fosse levar o barril poderia se banhar no rio, o que naquele tempo ocorria poucas vezes. Quando eles levavam o barril muitas vezes o conteúdo caía neles e os mesmos falavam que estavam enfezados porque estavam cheios de fezes nervosos, irritados com o fato e que seria uma pessoa esquentada, tomada de raiva, aborrecida, com birra.

Se isto é verdade, não sabemos. Mas o fato é que dentre as doenças gastrointestinais, a mais comum é a constipação crônica, prisão de ventre persistente que afeta principalmente as mulheres e que, além da sensação de mal-estar, vai causar outros danos como hemorróidas e fissuras anais.
A lentidão do trânsito intestinal também poderá causar diverticuloses, que são alterações e inflamações na parede do tubo digestivo.
A síndrome de cólon ou do intestino irritável representa cerca de 40% de todos os transtornos gasttrointestinais, com dores abdominais e alterações no ritmo da evacuação. A consequência mais grave desses transtornos todos é o câncer de colon ou colorretal, considerado a terceira causa de morte por este tipo de doença.
Bom, agora que já alertamos sobre as consequências danosas pela ausência de fibras em nosso organismo, vamos falar as vantagens?

Uma alimentação rica em fibras, em quantidade adequada, elas aceleram a passagem de produtos residuais e nocivos ao organismo e absorvem substâncias tóxicas ou perigosas.
As fibras também contribuem como tratamento auxiliar de doenças como diabetes tipo 2 (aquela que costuma aparecer com a idade e o aumento de peso) e o excesso de colesterol e triglicérides no sangue. O papel delas seriao de auxiliar na redução do açúcar e de gordura.
Outra função importante é que ela ajudam na redução do peso de forma natural e saudável, pois dão maior saciedade e além disto, elas nos fazem mastigar por mais tempo os alimentos, o que reduz a fome e facilita a digestão.

Mas qual é a quantidade ideal de fibras na alimentação?

As fibras podem ser SOLÚVEIS: que são encontradas nas frutas e vegetais (laranja, maçã, goiaba com casca, aveia) e as INSOLÚVEIS: são as celuloses e hemiceluloses, encontradas principalmente nos cereais integrais.
De acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde e do FDA, organismo norte americano que controla alimentos e medicamentos, cada pessoa deve consumir um mínimo de 20g de fibras por dia.
Segundo alguns pesquisadores, o ideal é em torno de 30g por dia, sendo 20 a 25% dessas fibras devem ser solúveis e 70 a 75% insolúveis.
Para você ter uma ideia, para consumirmos 10g de fibras é necessário comer 1 concha de feijão + 1 fatia de pão integral + 1 pires de verdura + 1 fatia média de abacaxi.
A maior dificuldade de consumo hoje em dia é devido ao estilo da alimentação e hábitos alimentares que piorou muito nas últimas décadas em decorrência da industrialização e o refinamento que retira a maior parte das fibras dos produtos como arroz e farinhas.

Segue uma lista de alimentos e quantidade de fibras, para que você consiga ingerir pelo menos 28g por dia:

– 50g de granola ou de flocos de cereais integrais: 3,5g
– 1 torrada integral: 2,5g
– 1 sanduíche de pão integral: 5g
– 1 fruta ou 1 colher de sopa de passas de fruta: 2g
– 1 porção de massa integral, de lentilha, feijões ou ervilhas: 7g
– 1 porção de salada de frutas frescas: 4g
Total: 28g

Faça as suas combinações, montando o seu cardápio à sua escolha, varie alimentos! Você pode escolher variar dentro dos grupos de frutas, hortaliças, legumes, leguminosas e cerais integrais.
Lembre-se que o prazer da boa alimentação e a satisfação em preparar seus pratos e fazer suas escolhas contam pontos para a boa saúde.

Até a próxima!
Luciana de Oliveira C. Machado – Nutricionista Clínica – CRN² 13862D
@nutriluoliveira

Você costuma checar os rótulos dos alimentos?


Hoje em dia é assim, algumas empresas investem muito mais na embalagem que no conteúdo. E infelizmente o consumidor fica feito bobo, sendo seduzido por uma imagem que nem sempre condiz com o que existe do lado de dentro da embalagem.
É difícil compreender tudo o que consta no rótulo nutricional. Não basta estar estampado e bem destacado LOWCARB, ZERO LACTOSE, ZERO GLÚTEN, SEM AÇÚCAR, ZERO GORDURA TRANS.

Tem algumas coisas importantes que é necessário saber. A primeira delas é a lista de ingredientes que aparece. São todos os ingredientes que compõe o produto. Sempre estão em ordem decrescente, o que que está em maior quantidade vem em primeiro lugar nesta lista. É necessário haver um melhor esclarecimento, porque o produto pode ser tudo isso em destaque, principalmente para as pessoas com alergias alimentares, mas também para quem não as tem é importante conhecer os outros ingredientes, como por exemplo, o glutamato monossódico, que é um realçador de sabor que pode aumentar os riscos de câncer se consumido com muita frequência. Ele está presente em quase todos os produtos industrializados: molho shoyo, salgadinhos, etc. Os corantes artificiais, que provocam alergias e até câncer. De quê adianta eles serem tudo isso se por outro lado fazem mal à saúde? E os tipos de açúcar? Muitas vezes este ingrediente aparece com outro nome como sacarose e dextrose. Por exemplo, quando na lista de ingredientes tem a sacarose em primeiro lugar, uma pessoa diabética deverá saber que este produto não é recomendado para seu consumo.

É necessário aprender a entender o rótulo. Foi-se o tempo em que podíamos confiar nas indústrias. Sentimos isto na pele aqui na Empresa, desenvolvendo um produto verdadeiro, em que a informação nutricional está de acordo com o conteúdo.

O que acontece é que quando estas palavras estão em destaque, já colocamos no carrinho do supermercado achando que estamos fazendo uma escolha melhor. Ledo engano, normalmente esquecemos de dar aquela espiadinha no rótulo para checar o contém além da parte bacana da frente da embalagem, ler as letrinhas miúdas.
Fiz um post esta semana falando sobre isso e inclusive um vídeo (@nutriluoliveira), mostrando um exemplo de uma embalagem bem descolada e moderninha de um snack.

Bacana, não é?
Mas confira o que mais ele contém:

Mas a a boa notícia é que boa parte dos brasileiros está sim interessada naquilo que compra. Pelo menos é o que diz pesquisa realizada pelo Instituto QualiBest, instituto de pesquisa online, que entrevistou 2358 pessoas para saber se os brasileiros verificam as informações nutricionais dos alimentos que compram.

A grande maioria dos entrevistados, 74%, declarou que sim. Mais do que isso, a maior preocupação dos brasileiros está na presença de sódio e a gordura trans, além de açúcar e calorias. Glúten, proteína e lactose são os menos checados, apesar das dietas da moda envolvendo esses ingredientes.

Prefira alimentos artesanais, de pequenas empresas, de pessoas que você confia e acompanha de perto. Empresas que te esclareçam sobre os alimentos e que além de tudo isto, tenham produtos saborosos e que te dê prazer em consumi-los.
Tenha um bom dia!

Por Nutricionista Luciana de Oliveira C. Machado.

5 Passos para Você dar Continuidade ao Emagrecimento

Quantas vezes você já emagreceu e voltou a recuperar o peso anterior? Muitas, não é? Eu imagino e sei bem porque isso aconteceu.

Mas a boa notícia é que é possível emagrecer com saúde e manter o peso, mas sim, é necessário manter o combinado, pois o contrário, o peso volta rapidinho!

1º PASSO: Mantenha as porções que você aprendeu em nosso programa ou com o nutricionista. Elas serão para toda a vida, sabe porque? Porque foram calculadas para a sua necessidade considerando atividade física, trabalho, idade para calculo de metabolismo. E para esclarecer mais, nosso metabolismo a cada ano reduz sua atividade e nós precisamos nos conscientizar que é necessário haver uma pequena redução nas quantidades de comida, para que não ocorra o que acontece com a maioria das pessoas, principalmente as mulheres, que ainda tem que enfrentar a fase da menopausa.

2° PASSO: Pratique atividade física sempre! Ela é uma aliada na redução de peso, ganho de massa corporal o que auxilia a melhorar o metabolismo, manutenção de peso, na sensação de bem estar pela produção de endorfinas, maior disposição e principalmente, você nem deve perceber, mas ela interfere até em como encaramos os problemas na vida. Melhora o humor e afasta qualquer depressão.

3º PASSO: Elimine produtos industrializados de sua dispensa e geladeira. Eles são ricos em sódio, conservantes e muitos ainda tem uma carinha de saudável, mas não são. Calorias vazias ou até contém nutrientes, mas os aditivos estão ali! Aprenda a ler rótulos de alimentos.

4º PASSO: Elimine Frituras. Mesmo que a vida social te leve à se deparar com aquela batata frita, pense com consciência em sua saúde. É só saber escolher dentre as opções do cardápio, porque mesmo em Botecos, sempre tem uma saladinha e também, caso não resista, comece a agir diferente nas quantidades, reduza e mesmo assim, compense no dia seguinte pegando leve na alimentação, fazendo um detox e aumentando o treino, a atividade física.

5º PASSO: Cuide se sua cabeça! Vigie seus pensamentos. Faça meditação, leia um bom livro, escute uma música que faça bem para a alma! Sim, estas pequenas atitudes nos fortalecem e levam ao autoconhecimento.  Vença o seu desafio!

Um abraço, @nutriluoliveira

5 VANTAGENS DE SE TREINAR COM UM PERSONAL TRAINER [por Academia Leven]

Leven
Os serviços de Personal Trainer são consolidados no mercado fitness, e não há a menor chance de saírem de cena tão cedo. De acordo com uma pesquisa sobre as tendências para o mercado fitness de 2015, desenvolvida pela American College, a atividade com Personal Trainer se enquadra entre as cinco maiores tendências do ramo.
Então já que treinar com o acompanhamento de um profissional de educação física a seu lado não é uma modinha passageira, listamos as cinco principais vantagens e benefícios dos treinamentos com orientação.
1- Treinamento individualizado: essa é a primeira vantagem, uma vez que você tem um treino montado exatamente para as suas necessidades, voltado única e exclusivamente para suas restrições e objetivos. O Personal Trainer, por meio de uma anamnese (questionário), coleta as informações mais relevantes relacionadas à sua saúde, condição física, possíveis lesões e práticas esportivas. Com essas informações em mãos o profissional consegue personalizar o treinamento.
2 – Acompanhamento: esse item é um dos mais importantes no trabalho deste profissional, se não o mais importante. O acompanhamento de perto faz toda a diferença no resultado final. Pequenos detalhes como alinhamento do corpo, velocidade da execução do movimento, amplitude articular, falha mecânica, serão peças importantes para se chegar ao resultado esperado. Muitas pessoas que treinam há muito tempo e optam por fazê-lo sem acompanhamento, pecam neste quesito, pois saber quais exercícios fazer, não quer dizer que esteja executando de forma correta. Com o acompanhamento do Personal a correção é feita a todo o momento, possibilitando ao praticante tirar o máximo de proveito com os exercícios.
3 – Métodos de Treinamento: nada melhor do que ser acompanhado por um especialista. Em qualquer coisa que faça seus resultados sempre serão mais satisfatórios com o acompanhamento de um especialista da área, e com os exercícios físicos não é diferente. O profissional é capacitado para variar os métodos de treinamento de acordo com a evolução do aluno, proporcionando uma evolução gradual de desempenho. A troca de estímulos é muito importante para o corpo não se acostumar demasiadamente, assim os métodos de treinamento tem papel fundamental para a variação dos treinos.
4 – Motivação: muitas pessoas tem dificuldade em treinar sozinhas. Atividade física não é uma das coisas mais prazerosas do mundo, então porque não um empurrãozinho e incentivo. A motivação é o que leva muitos clientes a procurar os serviços do Personal Trainer. Essa motivação vai desde a hora que o profissional chega à casa da pessoa ou quando o aluno vai ao encontro do mesmo em um estúdio. O compromisso e horários marcados servem como motivação.
5- Resultados: se os treinos são personalizados, acompanhados de perto pelo profissional, os movimentos são corrigidos constantemente e os treinos são mudados com frequência, os resultados aparecerão! Diferente do que acontece quando se treina de qualquer jeito sem uma linha de treinamento bem definida. Existe uma teoria de treinamento que se chama teoria da especificidade, quer dizer que seus resultados aparecerão de acordo com seus métodos de treinamento. Logo se o treino for desenhado com objetivos específicos, metas a serem atingidas, e o acompanhamento adequado, os resultados serão muito melhores do que os treinos realizados sem objetivos e bases de treinamento consolidadas.
Esperamos que esses argumentos tenham lhe ajudado a perceber a importância e benefícios dos treinos realizados com o acompanhamento de um Personal Trainer. Segue uma dica: agende uma aula teste na rede de estúdios Leven, eles possuem quatro unidades na cidade de São Paulo com profissionais capacitados para atender seus objetivos. Clique abaixo para agendar uma aula experimental gratuita e depois fale que ficou sabendo através do nosso blog e ganhe um desconto especial.
http://academialeven.com.br/aula-teste.php

Colaborou com o Blog da Equilíbrio & Sabor a Academia Leven. 🙂