Arquivos da categoria: Matérias

Aniversário de 6 anos da HEMB

6 anos Hemb Paulo Gasparotto

Foi no último dia 23 de maio que a Hemb Comemorou 6 anos e a Equilíbrio & Sabor marcou presença com suas gostosuras saudáveis.
Enquanto nossos proprietários a Nutricionista Luciana de Oliveira Collares Machado e seu esposo e sócio, o advogado Norberto Marcher Mühle recebiam no Stand vários convidados do Felipe Hemb para degustarem os Mini Muffins Integrais Margherita, os garçons circulavam com a Sopa Fit bem quentinha e o Nhoque de Batata Doce à Bolonhesa, sem glúten e lactose. Foi um sucesso!

Confira a reportagem completa de Paulo Gasparotto na íntegra: https://www.paulogasparotto.com.br/single-post/2017/05/24/Drinques-e-alegria

evento lotado 2

evento lotado

geladeira
A geladeira cheia de charme que adoramos!

muffins
Nossos Mini Muffins foram os preferidos e muito elogiados!Paulo Christo Dona Quitanda
O amigo Paulo Christo do Dona Quitanda, também veio prestigiar nossos produtos.

Trio na Hemb
Letícia de Oliveira Collares Machado faz parte de nossa Equipe como Gerente e Supervisora de Produção.

proprietários
Nossos proprietários: Nutricionista Luciana de Oliveira C. Machado e seu Esposo e Sócio, o advogado Norberto Marcher Mühle

Você tem Fome Realmente de Quê?

Você tem fome de quê (2)

Quer uma barra de chocolate ou na verdade um abraço? É bom saber diferenciar se essa fome é para alimentar o corpo ou satisfazer apenas uma necessidade emocional mais profunda.

Muitas vezes acabamos de fazer uma refeição e em menos de 1h já temos uma sensação de fome. Já ouvi muito isso de meus pacientes. Aí eu pergunto para eles: Mas você prestou atenção na refeição? Não tinha muito papo durante o almoço ou a TV não estava ligada? E alguns me responderam que não. Então posso até pensar que seja gerada pela ansiedade que muitos de nós sofremos com essa vontade de comer, mesmo depois de ter acabado de comer.

Então, veja se você identifica qual é a fome que aparece:

A FOME FÍSICA…
* Aumenta os poucos;
* Acontece abaixo do pescoço (barriga ronca);
* Ocorre mais ou menos umas três horas depois de uma refeição;
* Pode ser temporariamente disfarçada bebendo-se água;
* Desaparece quando estamos satisfeitos;
* É saciada depois que se ingere comida.

A FOME EMOCIONAL…
* Aparece de repente;
* Acontece acima do pescoço (“vontade de tomar sorvete”, “vontade de comer um doce” – muitas vezes vem à cabeça);
* Ocorre em horas aleatórias;
* Ainda persiste depois de beber um copo de água;
* Leva à culpa depois que se come.

Eu sempre digo: o prazer em devorar uma barra de chocolate é instantâneo. Passa muito rápido e depois vem a culpa e as consequências. O prazer em saborear apenas um pedaço de chocolate é único, é treino, é reeducação alimentar, é consertar o que aprendemos erroneamente que é saciar as frustrações, os problemas emocionais com comida.

Então é hora de você tentar parar pra pensar. Não vamos morrer por não ceder ao chocolate, vamos sim é nos provar que conseguimos, saindo vitoriosos e mais saudáveis!

Na próxima vez que você sentir uma fome repentina, fora de hora, abrace seu amigo(a), namorada(o), seu amor e fique assim, por alguns minutos. Você vai ver que acalma, nutri a alma. Converse com um amigo, fuja desse gatilho, mude o hábito. Experimente!

Um beijo e até a próxima!

Luciana de Oliveira Collares Machado é nutricionista pós-graduada em Nutrição Clínica e Dietoterapia. É amante da gastronomia saudável e sócia-proprietária da Equilíbrio & Sabor Culinária Light.
Conheça-a: http://lucianadeoliveiramachado.com.br/luciana-de-oliveira-machado/

logo vertical com fundo talheres

Vídeo Novo na Área, pessoal!

Nós amamos o que fazemos e por isso, resolvemos mostrar pra vocês um pouco mais sobre a origem da Equilíbrio & Sabor e como é nosso trabalho.

aroma da comida

É Batata… Doce ou Inglesa?

Segue uma matéria que colaborei para a coluna de Nutrição do site Sua Corrida! Espero que gostem. Boa leitura!

batata
Você que é corredor, sabe como deve se alimentar para desenvolver bem sua performance? Qual a batata ideal?
– Quando um corredor deve apostar na batata comum e quando deve comer a batata-doce? Por quê?
Qualquer uma delas fornece energia para o trabalho muscular. Ambas fornecem carboidrato complexo, porém existem carboidratos com respostas glicêmicas diferentes. Resposta glicêmica significa a quantidade de açúcar, de glicose que um alimento aumenta no sangue. A resposta glicêmica de um alimento é influenciada por vários fatores, como a quantidade consumida, a maturação do alimento, o conteúdo de fibras, a quantidade adicionada e a maneira como o alimento é preparado.
A batata comum, ou batata inglesa, é um carboidrato com alto índice glicêmico e a batata doce, é de moderado índice glicêmico.
Os alimentos com resposta glicêmica alta entram na corrente sanguínea rapidamente. É melhor ingeri-los durante ou após o exercício, é o caso da batata inglesa; já no caso dos alimentos com resposta glicêmica moderada e baixa, entram lentamente na corrente sanguínea, é o caso da batata doce, que é indicada antes da atividade física, assim fornece energia por mais tempo.

Benefícios de cada tipo:
Batata Inglesa:
Uma batata de tamanho médio contém quase metade do consumo diário recomendado de vitamina C e com a casca, fornece 21% do valor diário de potássio. Em comparação, a batata tem tanta vit. C quanto um tomate médio e o dobro de potássio que uma banana.
Batata Doce:
Excelente fonte de vitamina A e betacaroteno e uma boa fonte de vitamina C, B6, manganês, potássio e fibras. A variedade vermelha tem grande quantidade de um fitoquímico Licopeno – que pode ajudar a combater doenças cardíacas e câncer de mama e próstata. E a de polpa roxa, contém muitos antocianinos, antioxidantes potentes que protegem o corpo de doenças degenerativas.

- Qual é a importância do carboidrato na vida de um corredor?
2/3 do prato em uma refeição devem ser de carboidrato e apenas 1/3 proteínas.
O carboidrato é fonte de energia e é armazenado nos músculos e no fígado em forma de glicogênio, para o que der e vier.
São o combustível que você tanto precisa para praticar sua atividade física.
Esportes de endurance, como a corrida de longa distância, utilizam principalmente as reservas de glicogênio como energia.

ALIMENTAÇÃO TREINO LONGO
- Geralmente, corredores marcam seus treinos longos para as manhãs de sábado ou domingo. O que é indispensável de ele comer sendo que vai encarar uma corrida com mais de uma hora de duração?
Para se preparar para este treino mais longo, sugiro que na véspera já inclua um jantar rico em carboidrato, como batata, arroz, macarrão com pouca gordura, preferencialmente ao molho de tomates.
Um exemplo: uma mulher ativa, que necessite 2000 calorias por dia, com 60% de carboidrato (para os dias treino longo) em sua dieta, deverá fazer o seguinte cálculo:
2000 x 60% = 1.200 calorias
Divida então este valor por 4 calorias por grama de carboidratos = 300g de carboidrato/dia. Se a competição for pela manhã, minha sugestão é 1 copo de suco de laranja + 2 fatias de pão de centeio + 1 colher de geleia de frutas vermelhas (que são antioxidantes) e 1 fatia de queijo branco. Isso deverá ser ingerido de 3-4h antes da prova. Os carboidratos ficam menos tempo no estômago de 2 a 3h, as proteínas de 3-4h e as gorduras de 4-5h.

Opções de Cardápio para a véspera:
Nhoque de batata doce e espinafre à bolonhesa (aqui na empresa temos um ótimo! O Nhoque Fit) http://equilibrioesabor.com.br/index.php/detalhe-produto/nhoque-fit-a-bolonhesa-sem-gluten-e-sem-lactose-378
- macarrão ao molho pomodoro e basílico
- batata doce assada
Como os carboidratos complexos (batata, cereais, hortaliças) contribuem para uma alimentação nutricionalmente mais balanceada, os atletas devem ter uma alimentação mais rica em complexos e pobre em carboidratos simples.
Cardápio Sugestão:
Desjejum: 1 copo de suco de laranja + 2 fatias de pão de centeio + 1 colher de geleia de frutas vermelhas (que são antioxidantes) e 1 fatia de queijo branco
Lanche da Manhã: 1 fruta ou barra de cereais
Almoço: 4 colheres de sopa de arroz integral, 1 porção média de frango, 1 colher de sopa cheia de brócolis ao alho, salada mista de folhosos, cenoura ralada, tomate e ervas para temperar com um fiozinho de azeite extra-virgem de oliva.
Lanche da Tarde: 4-5 damascos desidratados, 2 fatias de pão integral e 1 col. de sopa de geleia de frutas.
Jantar: 1 prato de nhoque de batata doce ao molho de tomates ou à bolonhesa, salada verde e suco de laranja natural.
Ceia: vitamina: leite desnatado com 1 col. de sopa de aveia e 1 banana com canela.

- Quanto tempo antes de começar a correr a pessoa precisa se alimentar?
Os carboidratos ficam menos tempo no estômago de 2 a 3h, as proteínas de 3-4h e as gorduras de 4-5h.
Os músculos e o fígado podem armazenar somente uma quantidade limitada de glicogênio. E principalmente após a atividade, os atletas deverão repor o glicogênio. Se você sentir fraqueza, fadiga ou moleza com frequência, isso pode ser sinal de que está treinando duro demais ou ainda um alarme de que pode estar desidratado.
Cuidado para os treinos pela manhã, pois depois de uma longa noite de sono, ou seja, sem comer nada, precisamos repor a reserva de glicogênio para a prova.

- Quão importante é a água antes também?
A água é um dos principais nutrientes da dieta de um atleta, de todos os líquidos é o mais importante para os atletas. Sabemos que podemos viver sobreviver aproximadamente 1 mês sem alimento, mas sem água apenas alguns poucos dias. Dentre as várias funções da água, ela ajuda a fornecer material às células, proteger os tecidos corporais como a coluna espinhal e o cérebro pelo simples fato de ela não poder ser comprimida; controla a pressão osmótica do corpo favorecendo o balanço entre água e eletrólitos, ajuda a controlar a temperatura corporal.
Com o exercício a produção de calor aumenta. É o resultado da taxa de metabolismo energético. Quando isso acontecer, é fundamental que você faça a reposição de líquidos para dissipar este calor através do suor.
A desidratação ocorre quando a perda de líquidos do corpo excede a 1% do peso corporal. Uma maneira de controlar as perdas de líquidos pelo suor é se pesar antes do treino e depois do treino. Para cada kg perdido, deverá repor 2 copos de água.
A cada 15-20 minutos beba de 90-120ml de água ou que a ingestão não exceda o limite de 800ml por hora, que é o limite do esvaziamento do estômago durante a prática desportiva. Um dia antes da competição, beba mais líquidos que o normal, assim irá garantir um corpo bem hidratado. No dia do treino, consuma líquidos até 2h antes da prova. Os rins levam aproximadamente 60 a 90 minutos para processar o excesso de líquidos ingerido. E entre 10-15 minutos antes do treino, beba de 1 a 2 copos de água.

- E durante o treino, vale tomar algum gel de carboidrato ou outra fonte de carboidrato? Sim, a cada 45 minutos pode ser consumido um sachet de carboidrato.

- Vale também começar o “abastecimento” na noite anterior? Se estiver falando de líquidos ainda, sim, mas deve ser um consumo normal, 35ml/kg de peso corporal por dia normal, sem atividade física pesada.

Já me segue no Insta? @nutriluoliveira
Um beijo e até a próxima :)
Nutricionista Luciana de Oliveira Collares Machado
CRN³ 36966

Cacau – O Alimento da Vez

Pense Leve Março - Cacau

Quem não aprecia um bom chocolate, não é mesmo? Em meu consultório, pelo menos, os relatos de alguém que não gosta desta iguaria são raros! ;)
Este mês de março colaborei para a Revista Pense Leve, na matéria sobre o Cacau.
Confira na íntegra logo abaixo das imagens, a matéria completa da entrevista que concedi à jornalista Karine César da Pense Leve ou corra nas bancas que a revista está saindo rapidinho!
Pense Leve matéria

Pense Leve matéria2

- Quais são os nutrientes presentes no cacau?
O Cacau fornece retinol, niacina, riboflavina, tiamina, boa quantidade de carboidratos, proteína e lipídios, além de conter numerosos antioxidantes, proantocianidinas e muitos polifenóis e flavonóides.

- Quais são os benefícios do cacau para a saúde? (coração, cérebro, antidepressivo, perda de peso, combate ao envelhecimento, reduzir o mau colesterol…)
Por favor, explicar como o cacau age em cada caso

Coração: um estudo recente de Sansone et al (setembro de 2015) no British Journal of Nutrition mostrou que o consumo diário de 450mg de flavonoides do cacau (100g de chocolate amargo de 56 a 85% podem fornecer de 250 a 900mg de antioxidantes) foi capaz de melhorar a função endotelial em pacientes de risco para doenças cardiovasculares, além de minimizar a porcentagem de eventos cardiovasculares dentro de um período de 10 anos de acordo com o escore de risco Framingham.
Em altas doses no chocolate amargo, os flavonoides aumentam a produção de óxido nítrico – um vasodilatador natural -, que auxilia o controle da pressão arterial.

Reduzir o mau colesterol: suas substâncias impedem a oxidação do LDL, o colesterol ruim, evitando assim que placas de gordura se acumulem nas artérias.

Perda de peso: ele auxilia na redução do apetite porque apresenta substâncias 2-feniletilamina e a N-aciletanolamina, que agem no cérebro, fechando receptores que induzem ao doce. Os ácidos fenólicos atuam na produção de LEPTINA, uma proteína que auxilia no aumento da saciedade e na queima de calorias.

Combate ao Envelhecimento Cutâneo: Em um estudo recente publicado no The Journal Of Nutrition em 18/08/2011, aplicado à um grupo de pessoas que tiveram a ingesta elevada de flavonoides do cacau e outro não, pôde verificar no primeiro grupo o aumento no fluxo sanguíneo dos tecidos cutâneos e subcutâneos, aumento da densidade e hidratação da pele. A avaliação da superfície da pele mostrou uma significativa diminuição da aspereza e escamação no grupo que consumiu maior quantidade de flavonoides do cacau em comparação com aqueles de baixo consumo. Os flavonoides do cacau podem contribuir para fotoproteção endógena, melhorar a circulação sanguínea dérmica e melhorar a superfície da pele e hidratação.

Cérebro: Em um estudo norte-americano, foram investigados indivíduos saudáveis, com idades entre os 50 e os 69 anos. Um grupo seguiu uma dieta rica em flavonóides do cacau (900mg por dia) e o outro uma dieta baixa em flavonóides do cacau (10mg por dia), durante três meses.

Segundo o principal médico responsável pelo estudo, Adam M. Brickman, antes e depois da experiência, os voluntários foram submetidos a ressonâncias magnéticas e testes de memória. Os indivíduos que ingeriram mais flavonóides registraram melhorias significativas na região do hipocampo associada à memória e à aprendizagem.

O mesmo grupo conseguiu, também, melhores resultados nos testes de memória. Segundo o Dr. Adam, se um participante tinha a memória típica de uma pessoa com 60 anos no início do estudo, três meses depois tinha, em média, a de uma com 30 ou 40 anos.

- É verdade que o cacau possui mais antioxidantes e polifenóis que o vinho tinto, a romã e o chá-verde? Em que proporção?
Para ter uma ideia, um pedaço de chocolate amargo a partir de 70% de cacau, contém duas vezes mais destas substâncias antioxidantes do que um copo de vinho tinto e quase a mesma quantidade do que uma xícara de chá verde em infusão. Essas moléculas retardam o crescimento de células cancerosas e limitam a angiogênese. Mas atenção, a mistura do leite e o chocolate, anulam os efeitos benéficos das moléculas contidas no cacau.

- Muitas pessoas associam o consumo de cacau apenas ao chocolate. O amargo é o que possui mais cacau em sua composição? E o meio amargo?
Sim, o amargo possui mais cacau em sua composição variando de 56 a 100% de cacau. Hoje em dia existe uma grande variedade de teor de cacau nos chocolates, variando de 5 à 100% de cacau na composição. O que chamam de meio amargo são os chocolates a partir de 40-50% cacau.

- Mesmo sendo amargo ou meio amargo, seu consumo deve ser moderado por ser chocolate? Ele pode fazer parte de uma dieta saudável (como, qual o limite)?
Alguns pedaços de chocolate no lugar de uma sobremesa ao final de uma refeição (20g), não será um aporte calórico excessivo e proporcionará satisfação maior do comer um bombom ou uma sobremesa, além de saciar a fome por doces mais facilmente. Apresenta índice glicêmico moderado.

- O cacau em pó é uma alternativa mais saudável (e menos calórica) do que o chocolate? (os benefícios são os mesmos?)
Sim, é uma excelente alternativa. Os benefícios são praticamente os mesmos.

- Como o cacau em pó deve ser consumido e com que frequência?
Você pode adicionar uma a duas colheres de sopa (20g) em algum tipo de leite vegetal, que variando como o leite de coco, de amêndoas ou castanha de caju, poderá facilitar a ingestão de variados nutrientes ou mesmo no leite de vaca, batendo e adoçando com mel, xarope de agave ou açúcar demerara, que é um açúcar menos industrializado. Experimente raspar um pouco de baunilha e polvilhar canela, fica uma delícia!!

- Qual a diferença entre chocolate em pó e cacau em pó?
O chocolate em pó tem mais gorduras e carboidratos pois é adicionado de açúcar e muitas vezes leite, por isto é mais calórico 20g fornece 70 kcal, já o cacau em pó tem mais proteínas e benefícios e menos valor calórico 49kcal em 20g de pó.

- Existe diferença entre o cacau natural e o alcalino? Qual a indicação?
Para não ficarmos com dúvidas, o contrário de ácido é alcalino. O cacau natural, é ácido por natureza, ele possui um sabor mais amargo e é mais claro. Já o alcalino, passa por um processo que tira sua acidez deixando-o com um sabor mais suave e com uma cor mais escura. Vai da preferência do consumidor. Só terá diferenças para a confeitaria.

- Qualquer pessoa pode consumir o cacau? Há contraindicação?
Não há contraindicação, apenas pessoas mais sensíveis e que tendem a ter enxaqueca, quando a origem é alimentar, um dos alimentos que recomenda-se retirar do cardápio é o chocolate, por conter cafeína, gordura e até mesmo oleaginosas.

- Entre o povo Kuna, do Panamá, que pode beber até 40 copos de suco de cacau por semana, a incidência de derrame, doenças cardíacas, câncer e diabete é inferior a 10%, segundo a publicação Chemistry and Industry. Mas os especialistas destacam que a herança genética e outros fatores ligados ao estilo de vida também desempenham um papel na saúde dessas pessoas. O cacau também seria benéfico a outras populações, mesmo considerando as diferenças étnicas?
Com certeza seria benéfico, mas não basta apenas consumir o cacau, o hábito alimentar deve ser considerado, assim como atividade física e outros fatores como hereditariedade, rotinas, estresse, poluição, etc.

Até a próxima, queridos e boa Páscoa rica em flavonóides :)

FERRO AJUDA A MELHORAR O DESEMPENHO NA CORRIDA

Carne-vermelha

Olá pessoal, tudo bem? Compartilho com vocês minha mais recente colaboração para o jornalista Fernando Rocha da revista Sua Corrida! :)
Para ler no site da revista, acesse: www.suacorrida.com.br
Um beijo e boa leitura!
Nutricionista Luciana de Oliveira Collares Machado – www.equilibrioesabor.com.br

A boa alimentação deve fazer parte da vida de todos os corredores. Com os treinamentos rotineiros, o indivíduo precisa repor nutrientes e minerais essenciais ao organismo e que são perdidos durante os exercícios físicos. Um dos componentes mais importantes da dieta de um esportista é o ferro, que está ligado diretamente ao desempenho do atleta. Mas você sabe o motivo pelo qual este mineral é tão importante para a saúde?

O ferro é um elemento inorgânico e, como minerais, é responsável pela formação de tecidos do corpo, como ossos, dentes e músculos. De acordo com a nutricionista Luciana Oliveira Machado, este componente participa diretamente do processo metabólico – por ser uma metaloenzima (regula os processos biológicos dentro do nosso organismo). Graças à sua importância para o nosso corpo, o ideal é que seja consumido 10 mg por dia.

A carne vermelha é uma das principais fontes de ferro – um bife tem 3 mg, por exemplo. Fígado, peixes, gema de ovo, aves, ostras, mariscos, lentilha, grãos integrais, nozes, hortaliças de folhas verdes, figo e feijão são outros alimentos que contam com o mineral.

O ferro é fundamental à hemoglobina – presente nos glóbulos vermelhos e responsável por levar oxigênio até o pulmão. Caso o esportista tenha deficiência deste mineral, provavelmente sentirá a fadiga com muito mais facilidade. “Tal fato ocorre devido à transpiração alta e frequente, que, sem dúvida, resulta na perda de ferro, podendo causar anemia”, alerta Luciana. A nutricionista ainda adiciona outra questão: “O impacto dos pés no chão durante a corrida destrói parte dos glóbulos vermelhos do sangue e, por isso, a reposição deste mineral precisa ser efetiva”. Sua falta ocasiona, ainda, a piora na regulação da temperatura corporal e reduz a resistência a infecções.

Para as mulheres, a necessidade do mineral é ainda maior. Durante o período menstrual, boa parte do estoque de ferro é perdido. Há outro problema, segundo Luciana: “A mulher consome menos ferro que o homem, pois dentro do peso e tamanho do corpo, elas ingerem uma quantidade menor ”.

Os vegetarianos também precisam ficar atentos, já que as carnes são excelentes fontes de ferro. A suplementação específica se torna muito importante para que a sua reposição no organismo seja feita. Vale ressaltar que o corpo absorve melhor o ferro proveniente das carnes, mas manter uma dieta rica em vitamina C (presente em frutas como a laranja, acerola, tomate, melão e morango) pode ajudar no processo de obtenção do mineral contido em alimentos de origem vegetal.

O consumo em excesso do ferro pode interferir diretamente na absorção e utilização de outros minerais, como o cálcio, fósforo, zinco, selênio e o potássio. “Consumir mais sais minerais do que o necessário, não melhora seu desempenho físico, muito pelo contrário. Tal prática poderá levar a um distúrbio no equilíbrio do corpo”, salienta Luciana. Além disso, acaba causando danos ao fígado.

Confira algumas dicas que facilitam a absorção de ferro:

* Combine brócolis com bife de carne bovina, espinafre com carne de frango ou sopa de lentilha com frango.
* Beba suco de limão ou temperar a salada com gotas de limão, juntamente com a fonte de ferro de origem vegetal.
* Consuma de três a quatro vezes por semana a carne vermelha magra, de porco, carnes escuras de frango (sobrecoxas e coxas) e/ou vísceras (fígado).
* Selecione pães e cereais cujo os rótulos trazem os termos “enriquecidos com ferro” ou “fortificados”, mas sempre com uma fonte de vitamina C (sanduíche de carne com suco de laranja, por exemplo).
* Utilize, preferencialmente, panelas de ferro para cozinhar, pois fornecem maior valor nutricional do que de aço inoxidável.

Várias Receitas Detox, aproveite! Renove seu Corpo com uma Alimentação DETOX

F
Oi pessoal, essa semana que passou andei colaborando para uma das melhores revistas de corrida, a Sua Corrida e abaixo, postei meu bate-papo com a Carol Sassatelli. Nela aproveitei para lhes passar algumas receitas que costumo fazer e ajudam horrores!! :)
Boa leitura!!

Você já ouviu sobre as refeições detox, mas ainda não sabe quais suas vantagens e como pode inseri-las no seu dia a dia? O SUA CORRIDA conversou com a nutricionista da Equilíbrio & Sabor Culinária Light, Luciana de Oliveira Collares Machado, e descobriu como essa verdadeira reeducação alimentar pode influenciar positivamente no nosso organismo.

“Para mim, enquanto nutricionista, quanto mais livre de conservantes, corantes e aditivos químicos, melhor a dieta será para nossa saúde”, declara a especialista, que completa confessando que, quando era adolescente, costumava comer muitas guloseimas, salgadinhos, biscoitos, entre outros, o que acabou lhe causando uma grande alergia em razão da gordura, sódio e elementos químicos naqueles alimentos. “Depois que cortei tudo aquilo, nunca mais tive nada semelhante”, conta.

Segundo a nutricionista, é nítido, hoje em dia, que as pessoas estão mais preocupadas em se alimentarem melhor do que antigamente, saindo um pouco da ideia de que precisavam emagrecer “custe o que custar”. Além disso, ela nos deu boas dicas sobre alimentos importantes para a nossa rotina, disponibilizando, também, algumas de suas receitas detoxicantes exclusivas.

Cuidado com o que consome!

“Um dos aditivos químicos mais presentes nos produtos alimentícios hoje em dia é o glutamato monossódico, que é usado para melhorar o gosto dos produtos (desde os molhos de soja embutidos, até os salgadinhos empacotados) e nos fazem ficar cada vez mais ‘viciados’ em ingeri-los”, conta Luciana.

Ainda, conforme diz, existem outras substâncias neurotóxicas em que o glutamato pode ser encontrado, causando várias consequências quando consumidas em grande quantidade, como a perda de memória, problemas de atenção, na habilidade motora e na sensação equivocada de tempo e espaço. A grande questão aqui é que, como ingerimos muitos alimentos com esse elemento durante os anos, cedo ou tarde vamos encarar seus resultados. “Essa ação é cumulativa ao longo dos anos, mas é bem pior em crianças (que não têm ainda formada uma barreira protetora no cérebro) e nos idosos (podendo causar-lhes doenças neurológicas)”, afirma a especialista.

Outro produto que, segundo a entrevistada, nos engana por acharmos que é benéfico à saúde é o aspartame. Esse adoçante artificial é formado por dois aminoácidos: fenilalanina e ácido aspártico – e ainda 10% de metanol. “Esses dois aminoácidos existem normalmente em nosso sistema nervoso central e, em quantidades controladas e dentro de um limite, têm a função excitatória (inibitória da sinapse) e de regulação”, comenta Luciana. Porém, quando consumido em quantidades exageradas (no cafezinho, no suco, entre outros), o aspartame superestimula as células cerebrais, o que pode acabar as destruindo por estarem muito alteradas. Ainda, esse excesso influencia no aumento na produção de radicais livres, ou seja, aumenta o efeito oxidante em nosso corpo.

“Comer legumes, frutas e verduras diariamente já poderá ajudar no combate desses efeitos. É importantíssimo incluir uma alimentação saudável na rotina”, alerta a nutricionista, que complementa: “Nosso corpo é formado por 100 trilhões de células e todos os dias trocamos por volta de 50 milhões delas, sendo que, cada uma, necessita de, no mínimo, 44 diferentes tipos de nutrientes para desempenhar suas funções corretamente e manter nosso equilíbrio físico, mental e emocional. Assim, alimentos saudáveis podem ser muito mais vantajosos do que os industrializados!”
Monte seu cardápio!
Luciana também deu algumas dicas para montar um supercardápio ideal a todos os que querem manter a alimentação saudável e livre dos males que muitos produtos industrializados podem trazer. Confira tudo abaixo e se delicie:

DESJEJUM

“Para o desjejum, nada melhor que começar o dia com uma faxina. Varrer as toxinas é importante e este é só o começo! O ideal é dar continuidade mantendo uma alimentação equilibrada e sem tantas guloseimas e frituras”, comenta a entrevistada. Uma boa dica é tomar um suco verde ou antioxidante em jejum logo pela manhã, que possuem vitamina A, cálcio, selênio, magnésio e vitamina C, fornecendo também antioxidantes poderosos no combate aos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e outras doenças, além de dar uma maior disposição.

Suco Green Detox XS
SUCO VERDE

Ingredientes:

2 copos de água gelada
3 folhas de couve verde
2/3 de 1 berinjela média
Suco de 1 limão e 1/2
2 col. (sopa) de açúcar demerara ou mel
15g de gengibre
2 col. (sopa) de salsa
Modo de preparo:

Liquidifique o gengibre, a couve, a salsa e a berinjela com a água gelada. Coe em uma jarra. Volte com metade do líquido coado ao liquidificador e acrescente o suco de limão. Liquidifique por cinco segundos e coe, juntando ao líquido anterior. Adoce com o açúcar demerara a gosto e acrescente gelo picado.

SUCO ANTIOXIDANTE

Ingredientes:

600ml de água gelada
½ xíc. (chá) de repolho roxo
15g de gengibre
½ xíc. (chá) de cenoura
½ xícara de beterraba
1 punhado de salsão
1 punhado de salsinha
½ xíc. (chá) de framboesas
½ xíc. (chá) de amoras
10 folhas de espinafre
Suco de 1 limão
1 col. (sopa) de açúcar demerara
Modo de preparo:

Liquidifique todos os ingredientes com 600ml de água gelada, deixando o limão e o demerara para o final. Coe e acrescente o suco de limão, deixando misturar por 5 segundos. Acrescente o açúcar demerara, triturando-o para que ele seja totalmente dissolvido.

ALMOÇO

No almoço, invista em peixes, frango e carnes magras, além de acompanhamentos que fujam da farinha branca e grande quantidades de gordura. Deem também atenção às verduras e legumes.

cenoura reduzida
CENOURA SAUTEÉ

Ingredientes:

500g de cenouras limpas e cortadas em rodelinhas finas
1 cebola grande picada
1 pitada de sal marinho
2 col. (sopa) de salsinha
2 col. (sopa) de cebolinha verde picada
1 col. (copa) de azeite de oliva extra virgem
Modo de preparo:

Pique a cebola em pedaços bem pequenos. Acrescente o azeite à panela aquecida e a cebola picada. Assim que dourarem, acrescente a cenoura cortada em rodelas e tampe. Quando estiverem quase macias, acrescente a salsa, cebolinha verde e o sal.

ARROZ INTEGRAL COM QUINOA (pode ser variado com cúrcuma ou açafrão que são antioxidantes)

Ingredientes:

1 caneca grande de arroz integral cateto
1 cebola média picada
1 dente médio de alho picado
1 col. (chá) de sal marinho
2 ½ canecas grandes de água fervente ou caldo de legumes aquecido preparado previamente
1 col. (chá) de cúrcuma ou alçafrão.
2 canecas de quinoa
Modo de preparo:

Aquecer uma panela e adicionar a cebola e o alho. Procure observar quando as pontinhas da cebola começarem a escurecer levemente, pingue um pouco de água e adicione o arroz. Mexa e acrescente as canecas grandes de água fervente. Mexa, adicione o sal e, se quiser, a cúrcuma. Deixe a tampa entreaberta em fogo bem baixo. Levará cerca de 40 minutos para ficar pronto. Por volta dos 20 minutos, acrescente a quinoa. Você pode dar uma olhada na mistura ao final de 35 minutos e ver se o grão está começando a abrir as pontas, o que é sinal que já está pronto. Na hora que for consumir a refeição, acrescente a colher de copa de azeite extra virgem de oliva.

caldo de legumes
CALDO DE LEGUMES PARA PREPARO DE ARROZ E RISOTOS

Ingredientes:

3l de água
½ kg de cenoura
3 talos de aipo
3 talos de alho poró
2 cebolas grandes
3 dentes de alho
Talos e folhas de salsa
½ punhado de cebolinha verde
Talos de espinafre, cascas de cenoura, sobras de cascas cruas de legumes
Modo de preparo:

Descasque e pique os ingredientes, colocando-os em uma panela grande e acrescente a água até fervê-la para cozinhar os ingredientes. Deixe esfriar, coe e congele em potes já com sua medida de água para suas preparações. Para cozinhar uma caneca de arroz integral, por exemplo, é necessário 2 ½ canecas de água/caldo.

JANTAR

Para o jantar, a dica é apostar em pratos mais leves, como sopas e caldos, que são nutritivos e não deixam você brigar com a dieta! A nutricionista também sugeriu refeições feitas com carnes brancas mais leves. Confira as receitas abaixo:

SOPA CREMOSA DE ABÓBORA E ALHO PORRÓ

Ingredientes:

1kg de abóbora cabotiá cortadas em cubos
1 cebola grande picada
½ dente de alho picado
Sal e pimenta do reino a gosto
2 col. (sopa) de salsinha
2 talos de alho porró
1 col. (sopa) de azeite de oliva
Modo de preparo:

Refogue a cebola e o alho no azeite e, então, acrescente a abóbora, tampando a panela para cozinhá-la. Cuide para não secar, pingando um pouco de água à medida que evapora. Quando estiver quase macia, acrescente o alho-porró e tempere a gosto. Retire do fogo após cozido e liquidifique com um pouco de água, o suficiente para que fique cremosa, mas não líquida demais. Retorne à panela com o creme e ajuste os temperos. Sirva quente ou congele para futuras refeições.

CONSOMÊ DE FRANGO E COGUMELOS

Ingredientes:

150g cogumelos paris
20g cebola picada
30g de filé de frango
20g biomassa de banana verde (adicionando uma maior quantia, caso queira o consome mais grosso)
80ml de leite desnatado
Água para dar ponto
Pitada de sal e pimenta a gosto
5g cebolinha verde
Modo de preparo:

Lave bem os cogumelos e corte a metade, em lâminas finas. Reserve. Refogue a cebola sem gordura e acrescente a outra metade dos cogumelos e o frango para cozinhar. Quando estiver macia, apague o fogo, desfie e, então, liquidifique. Volte com o líquido para a panela. Dilua a biomassa no leite e acrescente mexendo bem, ao refogado. Tempere com o sal e pimenta a gosto e antes de servir, acrescente o restante dos cogumelos para cozinharem inteiros. Sirva e decore com cebolinha verde.

Bom apetite!! Um beijo e até a próxima!!

Confira no link a matéria na íntegra: http://www.suacorrida.com.br/dieta/renove-o-seu-corpo-com-uma-alimentacao-detox/

Vídeo Oficial da Entrevista de nossa Nutricionista no Programa de TV Papo Aberto

Aproveite para rever a entrevista que nossa nutricionista concedeu à TV Canção Nova, no Programa Papo Aberto, com Márcio Mendes :)

“>

Para conhecer nossos produtos, acesse www.equilibrioesabor.com.br