Arquivo mensais:abril 2016

Receita: Risoto de Cogumelos Paris e Alho Porró

Hoje estamos completando pouco mais de uma semana desde que nos mudamos de São Paulo para Porto Alegre. E como estávamos há um bom tempo fora de casa, eu estava louca para fazer uma comidinha mais elaborada e saborosa.
Foi então que dei uma passada no supermercado e comprei os ingredientes que faltavam para um Risoto. Não sabia ao certo qual iria fazer, mas uma coisa eu tinha certeza…queria que tivesse muiiito alho porró e pensei em adicionar frango, mas não, acabei adicionando cogumelos paris. Resultou em um sabor suave, mas muito gostoso!
Aqui em Porto Alegre ainda não abri os caminhos para descobrir onde encontrar certos ingredientes como o arroz arbóreo integral que costumo utilizar nos Risotos da Equilíbrio & Sabor, então o que fiz? Comprei o cateto integral, aquele do grão gordinho, e o arbóreo comum, refinado. Não acho mais graça comer arroz branco, mesmo sendo o arbóreo, não dá tanta saciedade, sem contar que os nutrientes do refinado, foram para bem longe, com o polimento!
Nesta receita que rende 4 boas porções, utilizei 2 canecas de integral para uma de arbóreo refinado, para dar aquela cremosidade à preparação :)
risoto alho porró e cogumelos paris
Risoto de Cogumelos Paris e Alho Porró
Rendimento: 4 porções
Tempo de Preparo: 40 minutos
Ingredientes:
2 canecas de arroz cateto integral
1 caneca de arroz arbóreo refinado (se vocês conseguirem o arbóreo integral, perfeito!! Usem somente ele) :)
1 litro de caldo natural de legumes, que vocês podem preparar com sobras de tomates, 1 cenoura, talos de salsinha, brócolis, cebola, alho, folhas de louro, folhas soltas de alho porró, salsão e cebolinha verde;
1/2 cebola picada. Eu sempre tenho ele pronto congelado para ser mais prática e rápida na cozinha.
1 1/2 dente de alho picadinho
60ml de vinho branco sauvignon blanc (não precisa ser TOP, pode ser destes mais comuns, para uso culinário);
2 talos de alho porró fatiados finamente;
200g de cogumelos paris laminados;
2 col. de sopa de creme de leite light fresco
1 col. de sobremesa de Ghee;
Sal à gosto
2 col. de sopa de queijo parmesão grana ralado finamente (uma para finalizar a cocção e outra para adicionar sobre as porções servidas);
salsa e cebolinha à gosto, como eu amo, caprichei.
Grãos de pimenta do reino preta para moer na hora
Azeite de oliva para servir.
Preparo:
1- Em uma panela grande, adicione o ghee e em seguida o alho picado e depois a cebola.
2- Mexa e adicione o arroz, metade do alho porró picado, metade do cogumelo paris e parte do caldo. Para ter uma ideia melhor, para fazermos o arroz integral do dia a dia, para cada caneca de arroz integral, costumo adicionar 2 e 1/2 de água para cozinhar em panela normal (não em panela de pressão). Como o Risoto deve se servido al dente e bem molhadinho, é sempre bom ter uma quantidade maior de caldo de legumes para deixá-lo perfeito.
3- Adicionei o arroz refinado juntamente com o integral, para que este soltasse mais sua cremosidade.
4- Vá adicionando o caldo de legumes aos poucos, assim você consegue ir acompanhando a cocção e cuidando para não passar do ponto.
5- Quando estiver quase no ponto, adicione o vinho branco, o restante do alho porró e do cogumelo e 1/2 xícara de cebolinha e salsa picadas. Adicione 1 col. de chá de sal marinho e 1 colher de sopa de queijo parmesão ralado e mexa, ajuste o sal se necessário e por último o creme de leite fresco.
6- Deixe para moer a pimenta preta na hora de servir sobre a porção.
7- Sirva em um belo prato ao centro, adicione cebolinha, parmesão ralado finamente, a pimenta e um fiozinho de azeite de oliva e voilá sirva com um suco de limão siciliano, um bom vinho branco seco ou espumante brut.
Bon Appetit!
Qualquer dúvida, deixe seu comentário aqui ou entre em contato pelo meu e-mail luciana@equilibrioesabor.com.br
Um beijo e até a próxima!

Aprenda a Fazer este delicioso Risoto de Galinha

Sabe aquele prato que você lembra sua mãe fazendo? Este era um deles, que minha mãe a Dona Marlene fazia muito bem! Só que para sua filha, a @nutriluoliveira, não dava para elaborar aquele saboroso prato feito com arroz branco, não é? Quem me conhece sabe…então parti para uma versão saudável e que continua saborosíssima!
Risoto de Galinha
Tempo de preparo: 40 minutos
Rendimento: 3 porções
Risoto de Galinha

Ingredientes:
1 1/2 caneca de arroz cateto integral
500ml de caldo natural de legumes (quem não souber fazer, é só me pedir a receita que posto :) )
1 col. de chá de sal marinho
3 col. de sopa de cebolinha finamente cortada
2 dentes de alho picadinho
1 cebola roxa grande, cortada em fatias finas
400g de peito de frango cozido e desfiado
250g de ervilhas frescas (eu costumo utilizar as frescas congeladas, mas caso seja impossível encontrá-las, paciência, pode ser a em conserva)
50ml de vinho branco seco
1 pitada de orégano

Modo de Preparo:
1. Aqueça uma panela e refogue o alho picado, mexa adicione 1 col. de sopa do caldo, mexa mais um pouco e adicione 2/3 da cebola roxa. Reserve o restante para adicionar mais ao final para que apareça mais sua coloração e preserve melhor seus nutrientes.
2. Refogue e em seguida, coloque o frango desfiado, deixe pegar sabor, pingue um pouco de caldo se necessário e mexa bem.
3. Adicione o arroz integral cateto, mexa e em seguida, adicione todo o caldo. Misture, tampe e assim que começar a ferver, diminua bem a chama e deixe a tampa entreaberta para não sujar seu fogão :)
4. Pode ser necessário adicionar um pouco mais de caldo, vai depender da marca e tipo de arroz que você utilizar, nesta receita eu optei pelo cateto, mas pode ser feito com o arbóreo integral.
5. Ele deverá cozinhar em fogo baixo por pelo menos 30 minutos. Verifique o sal e ajuste, se necessário.
6. Este caldo eu preparei com alho porró, salsão, alho, folhas de louro, tomate, cenoura, salsinha e cebolinha.
7. Verifique a cocção e quando o grão estiver quase cozido, adicione o vinho branco, as ervilhas, o restante da cebola roxa, a pitada de orégano e a cebolinha. Mexa, deixe por mais 2 minutinhos tampado e desligue. Deve ficar suculento, molhadinho.
8. Sirva ao centro de um belo prato ou bowl, salpique com cebolinha verde, seu melhor parmesão e pimenta preta moída na hora. Pode servir com um bom sauvignon blanc, que não terá erro!
Bom apetite!!
Dúvidas? Só me escrever. :)
Um beijo e até a próxima!
Luciana de Oliveira Collares Machado é nutricionista amante da boa gastronomia saudável.

Na Era do Nutricionismo – Nutricionista Luciana de Oliveira Collares Machado @nutriluoliveira

IMG_7874
Quem já ouviu falar em Michael Pollan, sabe o motivo do título do tema de hoje. Adoro ele, e sua última série COOKED está muito boa.
Existe uma onda, neura, overdose de informação sobre alimentação saudável que só serve para confundir as pessoas e levá-las a cometerem verdadeiras loucuras em busca da fórmula mágica. É blogueira sem formação técnica, é educador físico prescrevendo dieta, sendo antiético pedindo até para nutricionista se responsabilizar, porque o conselho de nutrição caiu em cima; é a vizinha dando receita de bolo Fit, o colega da academia indicando suplemento, todos manjam sobre alimentação saudável e tem uma receita FIT na ponta da língua para quem quiser se arriscar, prescrição para tudo. E mais, tem muito profissional da área da nutrição fazendo o mesmo, dando foco maior ao nutriente, à sua SELFIE do que o alimento, o preparo, do que comer com prazer, cheio de sabor, do que realmente ajudar as pessoas a corrigirem hábitos alimentares totalmente errados.
Porque não simplificamos um pouco, gente? Comer comida saudável e gostosa já é meio caminho andado, adicionar temperos, ervas, oleaginosas, tudo bem, estão dentro da orientação nutricional para “variar” os alimentos, cores, não comer sempre os mesmos alimentos, optar por orgânicos? Ótima escolha…até aí, tudo bem…agora modismos? Estes estão aí sempre, e a cada dia virá uma capa de revista com uma notícia quentíssima aclamando a castanha fulana de tal, o óleo do não sei o quê…existem estudos, pesquisas, mas a ciência demora muito para comprovar os efeitos benéficos.
Eu amo saber sobre os alimentos, estudá-los, mas tudo tem que ter uma fonte segura, científica… pois do lançamento da novidade até que seja real, comprovada, tem um longo caminho a ser percorrido.
A impressão que tenho é que existe um clima de terrorismo sobre alimentação, as pessoas desaprenderam a comer, não sabem o que devem ingerir e ocorrendo um abuso por parte de alguns veículos de comunicação, fabricantes de produtos mega industrializados que rotulam os alimentos como se fossem saudáveis e tem mais, parece que não existe mais brócolis, cenoura, arroz, feijão…eles estão fora de classificação, hoje é assim: ou o alimento é bom ou é ruim…não existe mais o simples alimento que nos fornece seus conhecidos nutrientes, como as vitaminas, sais minerais e energia e por este motivo, devemos variar para termos outras fontes de nutrientes. Hoje é o brócolis milagroso que cura o câncer, o arroz que tem uma substância recém descoberta que prolonga a vida em “x” anos…perdemos o prazer em comer comida de verdade?
Então vamos partir de uma regra simples e sem modismos no exemplo de um almoço: uma porção de carne de preferência grelhada, assada; salada à vontade, folhosos, azeite de oliva, legumes e tubérculos, as brássicas (brócolis, couve-flor, etc), arroz integral que pode ser cozido uma vez com açafrão, outra sem, outra com páprica doce, variamos sabor e nutrientes; o nosso queridíssimo feijão preto, marrom, branco, variar mais uma vez…e as frutas, 5 tipos todos os dias…já não é tarefa fácil comer simples assim, imagina seguindo a moda! :) Coma comida de verdade!
Até a próxima!

Luciana de Oliveira Collares Machado é Nutricionista responsável pelas criações da Equilíbrio & Sabor Culinária Light e defende o conceito de alimentação saudável e prática, livre de tantos produtos industrializados.
É Pós-graduada em Nutrição Clínica e Dietoterapia e Especialista Alimentação Saudável.
Siga-a no Instagram: @nutriluoliveira